segunda-feira, 22 de maio de 2006

Teorias da conspiração

I - Os morangos com açúcar, as telenovelas da SIC, os passatempos do canal 1, o lixo generalizado das televisões generalistas, é estrategicamente depositado à hora a que um individuo chega a casa depois de mais um interminável dia de trabalho. A intenção é criar no individuo que chega a casa depois de mais um interminável dia do trabalho o desejo de emigrar para um país qualquer onde não se sinta tanto um individuo que chega a casa depois de mais um interminável dia de trabalho.

II - O esganiçamento com que os defensores da penalização do aborto esgrimem os seus argumentos válidos, deixa transparecer um complexo, um medo latente e reprimido. Causa-lhes desconforto imaginarem que poderiam ter sido eles, os nados abatidos, os abortos consumados. Nunca teriam portanto a oportunidade de estarem agora contra o aborto. Os outros fundamentalistas que pelo contrário esganiçadamente defendem o aborto, defendem-no assim porque sentem que se teria poupado muito trabalho, não teriam de estar agora para ali a ganir argumentos válidos.

III - No metro há pessoas contratadas pelos principais fabricantes de leitores de MP3 para terem diálogos como o que segue:
- O teu deixa-te corta-lhe as unhas ?
- Sim.
- O meu não!...
- Com ele não tenho problemas.
- Mas tu com o teu podes fazer o que quiseres, ele ainda é pequeno.
- Não tão pequeno quanto isso.
- Mas é mais pequeno que o meu.
- És um totó!
- Ah, ah, ah, ah…

IV - Há pessoas perdidas por toda a parte que estão absolutamente convencidas que, ao contrário da morte, conseguirão ir ao encontro do amor mais que uma vez na vida.

4 comentários:

johny wolf disse...

estou a ver que o meu amigo continua em forma. essa do encontro e desencontro com o amor e a morte está excelente! continua a blogar em grande estilo. um abraço e até breve no meu futuro ex-blog

estesmomentos@hotmail.com disse...

Portugal no seu melhor. E temos que aguentar, se não queremos fugir para algures, onde os programas sejam de qualidade e as pessoas sejam civilizadas. Acabamos por optar pelo bom clima, por enquanto! Parabéns pelo post.

Nadinho disse...

O ponto II está verdadeiramente genial...

justbefair@netcabo.pt disse...

Está muito bem conseguido este post.
Parabens.
Gosto particularmente do ponto IV: se não fosse assim que gosto teria a vida?
Eu já fui ao encontro do amor 3 vezes (uma delas um enorme e longo). Espero um dia encontrar o 4º.
A vida merece ser vivida com Amor.